Gestão de Recursos Humanos: qual é o perfil dos líderes?
Graduação

Gestão de Recursos Humanos: qual é o perfil dos líderes?

A Gestão de Recursos Humanos passa por positivas mudanças. Você pretende fazer parte  desta área?

Um gestor de RH que deseja se destacar, acima de tudo, precisa conhecer bem o negócio em que atua.

Para isso, tem que gostar de pessoas, de relações interpessoais. E, também,  contribuir para que elas cresçam. E, inclusive, as organizações.

Estas são algumas das características que o formado precisa.

Então, não perca tempo. Neste post, conheça detalhes do curso e o perfil dos líderes do futuro. E, ainda, como está o mercado de trabalho para o gestor de RH.

 Por que cursar Gestão de Recursos Humanos?

O curso prepara, acima de tudo, o formado para liderar. E, também, influenciar pessoas.  Alguns já têm essas competências. Estão inerentes à personalidade.

Mas, no entanto,  precisam ser desenvolvidas. Ou seja, exercidas de forma construtiva.

Outros ainda não possuem essas qualidades. Mas, do mesmo modo, desenvolvem ao longo do curso.

A graduação qualifica o egresso para recrutar pessoas. E, também, avaliar conforme a educação corporativa.

A intenção é sempre atender as demandas. E, diante disso, nas várias esferas da empresa.  Desde operacionais, até as metas para a gestão de pessoas.

O curso prepara os alunos para o novo mercado de trabalho.

O formado atua no processo de contratar talentos. Realiza entrevistas, aplica provas e testes. E, também, promove dinâmicas de grupo e métricas para avaliar o perfil do candidato.

O perfil dos líderes

Entre as características de um gestor de Recursos Humanos, estão:

  • Boa comunicação – É necessário ideias de maneira clara e direta. Além disso, dar feedbacks, mesmo em equipes com vários perfis. É preciso, também, informar promoções, aprovações. Mas, da mesma forma, as demissões, entre outras questões.
  • Delegar tarefas – Dar voz às sugestões ou ideias melhores. Ou seja, delegar projetos. Ficar atento, também, às muitas ou poucas tarefas da equipe. E, ainda, focar em outras ações da empresa. E, com isso, gerar confiança e autonomia. 
  • Empatia pelos colaboradores – Um gestor de RH precisa se colocar no lugar do outro. Notar de forma individual, porque motiva o time. E, diante disto, está o sucesso dos projetos.
  • Gerenciar bem o tempo – Podem surgir demandas urgentes. Ou seja, prazos e horários de entrega. Portanto, é preciso gerenciar a rotina. Evitar problemas.
  • Gerenciar conflitos – É essencial contar com a inteligência emocional. Garantir bom clima. Observar eventuais conflitos entre equipes. Garantir um ambiente amigável.  
  • Motivar a equipe – Tem que conhecer os talentos. Gerar bons resultados. Uma equipe motivada alcança as metas do negócio.
  • Visão estratégica – Precisa identificar tendências e soluções. Portanto, o gestor tem que ir além de conhecer bem a empresa e sua missão. Terá várias demandas que geram impacto no negócio.

Como está o mercado de trabalho?

A maior demanda, atualmente, na área é relativa ao home office. Isto, porque muitas empresas migraram para esse modo de trabalhar. Ainda mais, ao longo da pandemia.

Estão abertas, no entanto, as discussões sobre o modelo daqui para frente. Será híbrido,  remoto, presencial?

Além disso, para aquelas que optaram por mudar o modelo, há questões legais. Ou seja, as políticas e monitoramento do remoto. Logo, trabalho não faltará.

Aliás, nunca faltou. O capital intelectual é o principal ativo das empresas.

Os gestores de Recursos Humanos formam equipes de trabalho de talento. Portanto, a demanda cresce no mercado. No entanto, é por formados capazes de executar uma ótima gestão.

As empresas de grande porte e escritórios de consultoria são os que empregam mais gestores de RH.

No entanto, as micro, pequenas e médias empresas também recorrem a esses formados. Inclusive, terceirizadas de vários setores.

Gestão de Recursos Humanos na Ulbra

O curso Tecnólogo em Gestão de Recursos Humanos da Ulbra é oferecido na modalidade de Educação a Distância (EAD). Os encontros são presenciais apenas para as avaliações. O que favorece quem não tem tempo a perder!

O curso da Ulbra, sempre atual com o mercado, aborda vários contextos. Organizacionais e sociais. Prepara o aluno para um perfil multiprofissional.

Ou seja, também, empreendedor, flexível e criativo. E, ainda, através de base tecnológica e humanista.

Prepara líderes para o futuro. Mesmo que não exerça ações na área de Recursos Humanos. O egresso, ainda assim, poderá ser gestor de pessoas em todas as demais áreas de uma empresa.

O formado pode trabalhar com gestão de pessoas nos vários setores do mercado. Também  prestar consultoria ou assessoria. Inclusive, para grandes conglomerados e multinacionais.

Este artigo foi útil para você? Então, para conhecer mais sobre o curso, entre no site da Ulbra e já defina a sua matrícula.

 

Publicado em 10 de setembro de 2021, por Equipe Ulbra

Twittar
Compartilhar
Compartilhar
Pin