Há especialização em Engenharia Mecânica Automotiva?
Graduação

Há especialização em Engenharia Mecânica Automotiva?

Temos uma ótima notícia para você. Existe um curso superior voltado a Engenharia Mecânica Automotiva!

Se você é um apaixonado por automóveis e adora conhecer os detalhes a respeito do seu funcionamento, a melhor opção para construir uma carreira, unindo o prazer com o trabalho, é fazer uma faculdade voltada especificamente a essa área.

Para você ter ideia da potencialidade desse segmento, mesmo com todos os problemas vividos em 2021, em função da pandemia do Coronavírus, a Associação Brasileira dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea) apresentou resultados positivos.

Segundo a entidade, a indústria automobilística cresceu 11,6% em 2021, comparado ao ano anterior.

Foram produzidos 2,24 milhões de automóveis, caminhões e veículos comerciais leves no Brasil.

Apesar do crescimento, não estamos na capacidade máxima produtiva do país, que possibilita a montagem de até 4,7 milhões de unidades, portanto, existe muito espaço para a expansão.

Com os avanços tecnológicos incorporados aos veículos, cada vez mais a contratação de profissionais capacitados se torna necessária nessa indústria, abrindo espaço para excelentes oportunidades para os engenheiros.

Neste post, apresentaremos detalhes do curso superior de Engenharia Mecânica Automotiva. Continue lendo e saiba mais a respeito dessa oportunidade profissional!

Existe diferença entre Engenharia Mecânica e Mecânica Automotiva?

Apesar de tratarem de projetos, desenvolvimento, produção, operação e manutenção de máquinas e equipamentos, os cursos de Engenharia Mecânica e Mecânica Automotiva possuem diferenças.

A Engenharia Mecânica é mais generalista, envolvendo projetos de máquinas e voltado a diversos segmentos, tais como:

  • construção civil,
  • indústria dos mais diversos segmentos,
  • usinas de energia.

Essa formação, portanto, voltada à amplitude de equipamentos existentes nos mais diversos segmentos de mercado, no entanto, nos dois primeiros anos de curso, as disciplinas das duas faculdades são bastante semelhantes, tratando de matérias determinadas pelo Ministério da Educação.

O Curso de Engenharia Mecânica Automotiva, como o próprio nome indica, possui disciplinas voltadas especificamente para esse segmento, ou seja, atende às necessidades desta indústria, formando engenheiros especialistas.

Além disso, o profissional sai habilitado a trabalhar com implementos agrícolas e colheitadeiras, mercado que está em alta e em crescimento acelerado.

Há especialização em Mecânica Automotiva?

Em função do tamanho do mercado automobilístico e das variedades de componentes existentes nos veículos, são muitas as especificidades envolvendo o Curso de Engenharia Mecânica Automotiva, onde os seguintes assuntos são abordados de forma detalhada:

Elétrica e eletrônica de automóveis

Com a chegada efetiva dos carros elétricos, essa disciplina ganhou ainda mais força na grade curricular desse curso.

No entanto, de modo geral, a elétrica e eletrônica são fundamentais, uma vez que, além de fazer o carro se movimentar, ela envolve o conforto e a segurança do motorista e passageiros.

A parte elétrica de um veículo é composta pelos seguintes componentes:

  • ar-condicionado,
  • som,
  • farol,
  • luz de freio,
  • luzes de aviso no painel, etc.

Já a eletrônica envolve praticamente todos os sistemas de um automóvel, como, por exemplo:

  • motor,
  • transmissão,
  • freios,
  • suspensão,
  • carroceria.

Além de tudo isso, o acadêmico também precisará saber lidar com bateria, alternador, sensores e injeção eletrônica.

Sistema de arrefecimento

O sistema de arrefecimento mantém a temperatura adequada para que o veículo funcione sem problemas.

Fazem parte dos componentes desse sistema:

  • radiador,
  • vaso ou reservatório de expansão,
  • ventoinha,
  • bomba d’água,
  • sensor de temperatura,
  • válvula termostática,
  • mangueiras.

Toda essa estrutura precisa funcionar para que o fluido (aditivo + água desmineralizada) possa manter a temperatura do veículo na condição ideal.

Freios

Esses dispositivos são utilizados para manter um veículo parado quando estacionado, sistema conhecido como freio de mão.

Além disso, o freio é utilizado para parar um veículo em movimento, possuindo basicamente os seguintes componentes:

  • cilindro mestre,
  • pedal de freio,
  • cilindros de roda,
  • pistão,
  • pinça de freio,
  • pastilhas,
  • tambor.

O Curso de Engenharia Mecânica Automotiva apresenta detalhes de cada um dos itens e as tecnologias adotadas para que esse sistema funcione sem apresentar problemas.

Amortecedores e suspensões

Para que um veículo trafegue em segurança, ele precisa de um sistema de suspensão, ou seja, uma combinação de componentes que assegurem ao motorista:

  • absorção dos impactos sofridos pelas rodas,
  • conforto para os ocupantes do veículo quando em viagem,
  • manutenção da estabilidade nas curvas.

Para que essas exigências sejam atendidas, diversos elementos flexíveis precisam fazer parte desse sistema, como é o caso dos amortecedores.

Sem uma suspensão adequada, o conforto dos usuários fica comprometido e o mais importante, a segurança e estabilidade colocam vidas em risco.

Estética automotiva

Uma área indispensável para garantir as vendas dos automóveis, diz respeito à estética.

Isso significa trabalhar o design dos veículos, apresentando beleza, conforto, funcionalidades e incorporando tecnologias que venham a valorizar o produto final.

Seguir tendências, modas, cores e até mesmo estudar o comportamento de quem adquire os veículos é uma ação que o engenheiro automotivo também se envolve, pois é preciso combinar os diferenciais com segurança, sem comprometer o desempenho e os objetivos para qual o veículo se propõe oferecer.

Sistema de transmissão

Chegamos a transmissão, ou seja, o sistema que permite que o veículo se desloque.

A comunicação entre o motor e as rodas acontece através desta aplicação, utilizando basicamente os seguintes componentes:

  • embreagem (alguns sistemas não necessitam desse item),
  • caixa de câmbio,
  • conversor de torque,
  • diferencial,
  • semieixo,
  • eixo cardã.

Sem o funcionamento adequado dessas aplicações, torna-se impossível que a energia do motor seja transmitida às rodas do carro.

Manutenção de veículos leves e pesados

Para finalizar a lista de algumas especialidades existentes no Curso de Engenharia Mecânica Automotiva, também é preciso que o acadêmico saiba como fazer a manutenção dos veículos, sejam eles leves ou pesados.

Em resumo, o que fazer quando algum sistema ou componente apresenta problemas?

Como se observa, esse é um curso que exige dedicação e estudos, no entanto, desenvolver uma atividade que proporcione satisfação é sempre a melhor escolha para a vida profissional.

Portanto, se você é aficcionado por motores e veículos, especializar-se nesse assunto certamente é o melhor caminho para o seu sucesso na profissão.

São muitas as oportunidades que o mercado oferece nessa área, além, é claro, dos projetos empreendedores que você também pode desenvolver.

Para isso, conte com a Ulbra, uma universidade capacitada a oferecer o que existe de melhor em conhecimento e tecnologia.

Nosso Curso de Engenharia Mecânica Automotiva possibilita aos acadêmicos uma ótima preparação para enfrentar o dia a dia de uma indústria, na manutenção de veículos ou no desenvolvimento de novas ideias e tecnologias.

Se você deseja fazer parte do grupo de engenheiros especialistas em automóveis, matricule-se na Ulbra e conheça uma das mais apaixonantes áreas do conhecimento humano!

Publicado em 19 de maio de 2022, por Equipe Ulbra

Posts relacionados

Twittar
Compartilhar
Compartilhar
Pin