Quanto ganha um engenheiro mecânico?
Dicas de carreira

Quanto ganha um engenheiro mecânico?

O momento de escolher um curso de graduação traz muitas dúvidas. Na área da Engenharia, por exemplo, o estudante pode se perguntar quanto ganha um engenheiro mecânico.

Por ser um campo de estudo bastante abrangente, com aplicação em setores diversos, o mercado de trabalho pode apresentar opções interessantes ao profissional.

Como em qualquer decisão, é importante se informar acerca de todos os aspectos que envolvem a área de atuação antes de fazer a escolha pelo curso.

Por isso, preparamos um post para você saber quanto ganha um engenheiro mecânico. Continue a leitura e confira!

Por que se tornar engenheiro mecânico?

Há diversos motivos para escolher o Curso de Engenharia Mecânica.

O interesse pela área costuma estar atrelado a uma afinidade com as ciências exatas, envolvendo elementos de cálculo, física, química e familiaridade com a tecnologia.

Assim, aqueles que têm facilidade ao lidar com essas possibilidades encontram nessa carreira um trabalho prazeroso.

O mercado é bastante abrangente e oferece diversas áreas de atuação, pois os conhecimentos adquiridos na graduação podem ser aplicados às atividades de diversos segmentos.

Trata-se, portanto, de uma das profissões mais procuradas atualmente, por apresentar um grande número de possibilidades.

Além disso, se analisarmos quanto ganha um engenheiro, há alguma variação de um setor para outro, mas do ponto de vista financeiro também vale a pena seguir a carreira.

Como é a carreira do engenheiro mecânico?

A carreira na área de Engenharia Mecânica começa logo na formação do profissional, pois para exercer a profissão é preciso cursar a graduação, que dura cerca de cinco anos.

Por esse motivo, escolher uma instituição que ofereça infraestrutura e planejamento de qualidade é um passo essencial para o estudante que pretende atuar nesse campo.

Os conhecimentos técnicos adquiridos ao longo das disciplinas preparam o aluno para projetar e operar máquinas de todos os tipos, tratando-se, portanto, de uma formação bastante abrangente e versátil.

Todos os ramos da indústria dependem do desenvolvimento de máquinas e tecnologias que, não apenas permitam, mas também otimizem suas operações.

Por esse motivo, o engenheiro mecânico é procurado por diversos setores, realizando atividades que vão desde o projeto de equipamentos até o desenvolvimento de sistemas e controle de qualidade.

Além de trabalhar na etapa de criação propriamente dita, o profissional também pode ser responsável por supervisionar o funcionamento dos aparelhos, sendo uma parte fundamental da operação de qualquer indústria.

Hoje em dia, a proximidade com a tecnologia também é um fator fundamental para o bom desempenho do engenheiro mecânico, que deve estar a par de métodos inovadores e avanços nesse campo.

Esse é, de forma geral, o trabalho no setor industrial, que é composto por diversos segmentos nos quais é possível atuar.

Por outro lado, após completar o Curso de Engenharia Mecânica, o graduado também pode optar por ingressar na pós-graduação e seguir uma carreira acadêmica.

Nesse caso, suas atribuições estarão voltadas a um estudo mais específico da área, que é justamente o que gera grandes contribuições para outros setores que dependem dela.

Juntamente a essa atividade, o profissional estará lecionando disciplinas do curso no ensino superior, auxiliando na formação de novos profissionais.

É importante que o estudante de graduação esteja ciente a respeito das possibilidades que tem a sua frente, para que analise qual delas melhor se adapta aos seus interesses.

Outro fator que pode motivar a decisão por uma ou outra área de atuação é se informar a respeito de quanto um engenheiro mecânico ganha.

Afinal, quanto ganha um engenheiro mecânico?

Ao procurar informações acerca de quanto ganha um engenheiro mecânico, é importante ter em mente que os valores não são absolutos.

Um dos fatores que interfere no salário de um profissional é seu nível de formação, motivo pelo qual muitos têm procurado por cursos de pós-graduação.

No entanto, há um salário mínimo previsto para os engenheiros mecânicos de todo o país na Lei nº 4.950/A, que regulamenta a profissão desde 1996.

Mais uma vez, encontramos variação nos valores, determinados conforme o salário mínimo vigente e também por sua jornada de trabalho.

Assim, a relação entre esses fatores é a seguinte:

  • 6 horas diárias: 6 salários mínimos,
  • 7 horas diárias: 7,25 salários mínimos,
  • 8 horas diárias: 8,5 salários mínimos.

Outro elemento que deve ser levado em conta, no entanto, é o setor no qual o profissional atua.

Indústria automobilística

A indústria automobilística é um dos segmentos mais associados à atuação do engenheiro mecânico.

Aqui, o profissional estará envolvido no projeto de máquinas e equipamentos que podem auxiliar na produção dessa área, como é o caso dos sistemas de refrigeração e aquecimento.

Estima-se que o salário de um engenheiro nesse setor pode ultrapassar os R$ 9.000.

Indústria metalúrgica

Nesse setor, o profissional de Engenharia Mecânica se faz necessário mais uma vez.

Sua formação proporciona a possibilidade de desenvolver boas técnicas de extração, fabricação, fundição e tratamento dos metais e suas ligas.

Por se tratar de um serviço necessário ao setor, os engenheiros costumam receber boas remunerações.

Indústria petroquímica

Na indústria petroquímica, os serviços do engenheiro mecânico são essenciais em diversas etapas da cadeia de produção.

Além de trabalhar com a criação dos projetos de equipamentos que permitem uma exploração mais eficiente da matéria-prima utilizada no setor, sua atuação também é necessária nos estágios de bombeamento, refino e processamento do petróleo.

Em uma jornada de trabalho semanal de 40 horas, a média do salário oferecido ao profissional no país é de R$ 11.716,39.

Setor público

O setor público também se beneficia dos serviços desse profissional.

Sua atuação é necessária, por exemplo, para a condução de projetos voltados para a melhoria da infraestrutura de municípios e instituições.

Optar por essa área traz pontos positivos e negativos.

Entre os positivos podemos citar a estabilidade oferecida nos cargos e também as jornadas de trabalho que costumam ser reduzidas.

No entanto, a remuneração do engenheiro mecânico no setor público tende a ser menor que no privado.

Área acadêmica

Seguir uma carreira acadêmica também é uma opção para os graduados em Engenharia Mecânica. Para isso, é necessário concluir um mestrado em um curso de pós-graduação da área.

O salário inicial de um profissional desse meio é de, em média, R$ 5.118,48.

No entanto, é possível alcançar valores maiores a depender do nível de formação, tempo de trabalho e instituição de ensino.

Agora que você sabe quanto ganha um engenheiro mecânico, já está mais perto de optar pelo curso ideal para você.

Só falta conhecer o Curso de Graduação em Engenharia Mecânica da Ulbra, a Universidade Luterana do Brasil!

Visite nosso site e confira informações sobre processos seletivos, descontos nas mensalidades e nossos pólos credenciados.

Publicado em 7 de junho de 2022, por Equipe Ulbra

Posts relacionados

Twittar
Compartilhar
Compartilhar
Pin