Como é trabalhar como designer de interiores?
Dicas de carreira

Como é trabalhar como designer de interiores?

A área de design de interiores está ligada a aspectos essenciais do dia a dia das pessoas, como o conforto, a praticidade e também a estética de espaços internos.

Todo ambiente que é construído depende da atuação de diversos profissionais, cada um responsável por uma etapa desse processo, e o designer é quem dá o toque final a um projeto.

A formação no ramo oferece diversas opções de áreas de atuação para o profissional, que pode optar por aquela pela qual tem mais interesse e, assim, colocar a criatividade para trabalhar.

Quer saber mais sobre como é trabalhar na área de design de interiores? Continue a leitura e confira!

Como é trabalhar com design de interiores?

Trabalhar com design de interiores consiste em estar atento aos diversos fatores envolvidos na projeção de um ambiente interno, seja ele qual for.

Casas, apartamentos, lojas, restaurantes, hospitais e muitas outras categorias de estabelecimentos são beneficiados pela atuação de um profissional dessa área, que saberá como desenvolver o melhor espaço para cada atividade.

Trata-se de uma carreira na qual é preciso estar sempre em diálogo com os clientes atendidos, de modo que a projeção dos ambientes seja funcional e esteticamente agradável, mas também coincida com os gostos de quem frequenta o local.

Além disso, embora o fator estético seja muito importante, pensando em cores, formas, texturas e objetos utilizados, também é essencial que o profissional de design de interiores pense na funcionalidade e acessibilidade de seus projetos.

Assim, é necessário estar atento para projetar ambientes que promovam uma experiência agradável para aqueles que o frequentam.

Também é válido lembrar que a formação em Design de Interiores corresponde a um curso tecnólogo, o que significa que o prazo para conclusão tende a ser menor que o de uma graduação.

Ao longo de cerca de 5 semestres, o estudante é preparado não apenas com o conhecimento técnico necessário, mas também recebendo uma formação voltada para as exigências do mercado de trabalho.

Nesse sentido, o curso superior se torna fundamental para que o profissional seja capacitado e esteja pronto para exercer todas as atividades que podem ser conduzidas pelo designer de interiores.

Saiba mais sobre: qual a diferença entre bacharelado, licenciatura e tecnólogo?

3 áreas de atuação

O design de interiores é um campo bastante abrangente e que reúne em si diversas áreas de atuação, entre as quais um profissional pode optar conforme seus interesses e objetivos profissionais.

Para compreender melhor quais são as atividades exercidas pelo designer de interiores, conhecer um pouco mais das áreas de atuação que compõem o ramo pode ser uma boa ideia.

Desenhos de móveis

Como mencionamos, alguns dos aspectos que devem ser levados em conta pelo profissional de design de interiores são a estética, a funcionalidade e a acessibilidade dos seus projetos.

Esses elementos também são aplicados ao desenho de móveis, uma das áreas de atuação que compõem o ramo.

Assim, uma pessoa pode contratar o designer para projetar os móveis de um ambiente, garantindo que o espaço seja utilizado da melhor forma.

Além disso, o designer também contribui para que cada peça do espaço esteja em sintonia com as demais, de modo a criar um lugar mais harmonioso e agradável.

Decoração

Podemos dizer com certeza que a decoração é um ponto importante de qualquer ambiente, não devendo ser desprezada apenas por corresponder a um elemento estético.

A utilização das cores, texturas e objetos certos é capaz de dar origem a um lugar muito mais agradável, confortável e até mesmo produtivo.

Afinal, todos nos sentimos melhor e mais dispostos quando estamos em um local no qual nos sentimos bem, o que afeta diretamente a forma como atuamos no ambiente.

Nesse sentido, tanto um ambiente residencial quanto de trabalho podem ser beneficiados pelo planejamento atencioso de um profissional do design de interiores que possa elaborar uma boa decoração para o espaço.

Trata-se de uma medida que traz mais conforto e bem-estar para o dia a dia, além de ser também um fator fundamental para a construção da imagem de um estabelecimento perante o seu público.

Projeto de interiores

Por fim, outra área de atuação em design de interiores que podemos indicar é a própria elaboração dos projetos de ambientes internos.

Nesse caso, o designer é responsável não por um dos componentes do espaço, mas pela determinação mais abrangente de como ele será.

Isso envolve a construção de uma estética harmoniosa, que seja criada a partir da escolha de cada elemento, como as cores, texturas, móveis e demais objetos que farão parte do local.

Trata-se de uma atuação mais abrangente e igualmente importante às demais, sendo também uma etapa fundamental para a elaboração de um ambiente interno confortável, bonito e funcional.

Quais as diferenças entre arquiteto e designer de interiores?

O design de interiores é uma área relativamente recente, tendo em vista que apenas em 2016 foi regularizada a profissão desse tipo de designer, através da Lei 13.369.

Assim, ainda é bastante comum que as pessoas confundam as atribuições dessa área com aquelas destinadas à arquitetura.

No entanto, há diferenças na atuação de ambos os profissionais, que fazem com que essas sejam áreas distintas.

O arquiteto, por exemplo, é responsável por questões mais estruturais do projeto de um ambiente, ligadas à viabilidade da construção, além de não trabalhar apenas com os ambientes internos, mas também os externos.

A presença do elemento do urbanismo é outro fator que deixa clara a diferença entre um e outro campo.

O profissional de design de interiores, por outro lado, estará mais atento aos detalhes que compõem os ambientes internos, tendo em vista sua importância para a criação de espaços funcionais e esteticamente agradáveis.

Além disso, a atuação do designer está intimamente associada à otimização dos espaços construídos, que costumam já ter passado pelas mãos de um arquiteto responsável pela sua criação.

Assim, embora apresente semelhanças com a área de arquitetura, esse tipo de design possui aplicações próprias que fazem dele um campo independente.

Está interessado por essa área? Então, chegou a hora de você conhecer a Ulbra, a Universidade Luterana do Brasil!

Além do Curso de Design de Interiores, oferecemos também diversas outras opções de cursos superiores para que você escolha aquele pelo qual mais se interessar, nas modalidades presencial, híbrida e EAD.

Para conferir mais detalhes acerca de processos seletivos, descontos nas mensalidades e matrizes curriculares, visite nosso site.

Publicado em 23 de junho de 2022, por Equipe Ulbra

Posts relacionados

Twittar
Compartilhar
Compartilhar
Pin