Ulbra e município de Canoas estudam projeto de inclusão universitária
Geral

Ulbra e município de Canoas estudam projeto de inclusão universitária

Pioneira na questão de inclusão, através de ações de acolhimento e atendimento a pessoas com deficiência, a Ulbra estuda junto ao município de Canoas, um projeto para aumentar o acesso de pessoas com deficiência nas universidades.

A proposta, entregue pelo secretário especial da Coordenadoria de Inclusão de Canoas, Vitor Hugo Longaray de Oliveira, prevê incentivos como bolsas e metodologia de ensino adaptada a cada deficiência. 

Para Longaray, o processo de inclusão, além de cumprir com uma importante responsabilidade social, também irá potencializar a qualificação destes futuros profissionais para o mercado de trabalho.

O documento visa uma parceria entre o executivo e a Universidade com o objetivo de ampliar o acesso das pessoas com deficiência ao ensino superior. 

Núcleo de Acessibilidade

Alinhada com a proposta, a Ulbra conta com um Núcleo de Acessibilidade, que atua em todos os campi, possibilitando que as práticas e políticas institucionais  de inclusão.

São diversos núcleos que atuam na implementação da acessibilidade, permitindo às pessoas o direito de integrar e participar das várias dimensões de seu ambiente sem sofrer qualquer tipo de discriminação.

O Núcleo de Acessibilidade conta com uma longa trajetória feita em ações que garantam a participação igualitária de todos os membros de uma sociedade. Seu compromisso é com as pessoas, buscando as práticas e políticas que vislumbrem a inclusão na sua plenitude.

As ações do núcleo são voltadas às pessoas cegas, com baixa visão, surdos, deficientes auditivos, pessoas com deficiência física, cadeirantes, pessoas com mobilidade reduzida temporária, idosos e pessoas com síndromes. 

Tudo é desenvolvido com o intuito de garantir a acessibilidade de forma igualitária à comunidade acadêmica da Universidade, bem como implementar pesquisas e projetos comunitários que possam subsidiar organizações públicas e privadas envolvidas com as pessoas com deficiência.

Núcleos de Apoio

A Ulbra também conta com um Núcleo de Apoio Docente (NAD) e Núcleo de Apoio Discente (NADi). A iniciativa reúne uma equipe formada por profissionais da área da pedagogia, psicopedagogia, psicologia e pastoral para atender professores e alunos.

Em cada unidade da Ulbra, tanto o NAD quanto o NADi estão presentes, contribuindo, por exemplo, no acompanhamento pedagógico que auxilie o professor em sua atuação docente, com o objetivo de atender as normativas institucionais e  os processos de ensino e aprendizagem. É também função dos núcleos oferecer apoio psicológico e acolhimento pastoral aos docentes.

No que diz respeito aos estudantes, o núcleo atua acompanhando a aprendizagem de alunos com dificuldades, síndromes ou deficiências, na organização de estudos, realização de atividades e avaliações, entre outras necessidades.

Da mesma forma, o NADi também disponibiliza apoio psicológico e atendimento, pela pastoral para aqueles alunos que buscam orientação ou aconselhamento espiritual.

Pastoral Universitária

A Pastoral realiza o trabalho espiritual em todas as unidades da universidade e também fora dela. Com palavras e ações, age dentro de todas as áreas do ser humano, tanto espiritual, física, mental e emocional, em parceria com diversos setores, comunicando e vivenciando o amor de Deus em Cristo a cada pessoa.

Programa Vivenciar

Vivenciar.net é um programa da Sociedade Missionária Hora Luterana que tem o objetivo de compartilhar conteúdo relevante e de qualidade com as pessoas.

Em parceria com a Pastoral Universitária da Ulbra, o projeto visa abrir espaço para escutar  as pessoas sobre as situações específicas de suas vidas e acompanhá-las nesses momentos, numa perspectiva cristã.

Todas as conversas dentro da plataforma de Vivenciar.net são confidenciais. No entanto, não é um chat online. Ali, as mensagens são respondidas em até 24 horas. 

Além disso, não é um portal de psicologia online, de atendimento psicoterápico ou de telemedicina. Assim, o programa incentiva as pessoas a buscarem este tipo de ajuda através de psicólogos, psiquiatras, terapeutas e outros profissionais de saúde especializados.

Para interagir com a plataforma, é preciso ser maior de 18 anos, e fazer um cadastro. Mais informações podem ser encontradas direto no site vivenciar.net

Publicado em 2 de julho de 2021, por Equipe Ulbra

Posts relacionados

Twittar
Compartilhar
Compartilhar
Pin