O que preciso saber sobre a transformação profissional?
Dicas de carreira

O que preciso saber sobre a transformação profissional?

A transformação profissional é um assunto debatido há muitos anos, no entanto, não se imaginava que viveríamos tão rapidamente uma realidade que era conhecida apenas através dos filmes de ficção científica.

Se voltarmos a apenas 50 anos, vamos descobrir que no início da década de 1970 não existia:

  • celular,
  • notebook,
  • televisor LED,
  • conversa por vídeo,
  • mapas virtuais,
  • internet disponível ao público.

Um profissional que atuava nos escritórios e na administração das empresas e instituições poderia ter em sua mesa de trabalho um ramal telefônico, uma máquina de escrever, calculadora e ao seu redor arquivos físicos onde ficavam guardados os documentos necessários para pesquisas.

Imagine, então, como eram as fábricas, serviços de transporte, saúde e as agências bancárias daquela época?

Diante dessa realidade, você já parou para pensar como será o mundo em 2032, 2052 ou daqui há 50 anos, ou seja, em 2072?

É preciso pensar a esse respeito, pois se trata da transformação profissional que não para de acontecer e que ganhará ainda mais velocidade com o avanço tecnológico e de novas maneiras de fabricar, construir, organizar, dirigir e operacionalizar as mais diferentes ações em todo o mundo.

Neste post, apresentaremos o que é preciso saber a esse respeito e o que fazer para poder atender as necessidades futuras para alcançar o sucesso na construção de uma carreira promissora. Continue lendo e saiba mais a esse respeito!

A transformação profissional

De acordo com a Forbes, muitas mudanças serão percebidas nos próximos anos em todo o mundo, pelo menos é o que acreditam pesquisadores e empresas que realizaram estudos a esse respeito e que foram publicados pela conhecida revista norte-americana.

Segundo a matéria, as empresas estão atentas a algumas questões que se tornaram realidade nesses dois últimos anos, como:

A prioridade dos profissionais deixou de ser o trabalho e passou a ser a saúde e o bem-estar, segundo um estudo da Microsoft.

Essa empresa também concluiu que o trabalho será assíncrono, ou seja, cada equipe desenvolverá a sua parte que serão integradas posteriormente através de softwares e aplicativos responsáveis por essa tarefa.

Bélgica, Reino Unido e Japão já estão estudando a possibilidade de diminuir a semana de trabalho para 4 dias, oferecendo 3 deles para descanso.

A futurista Ammy Lynn Webb, fundadora e CEO do Future Today Institute, diz que as empresas buscam talentos em pequenas cidades e meios rurais, locais que estão se tornando a preferência de profissionais digitais que desejam viver nesses ambientes e melhorar a qualidade de vida.

Diante dessa realidade e das previsões que já fazem parte do dia a dia de milhares de empresas no mundo, também é fundamental a preocupação dos candidatos às vagas futuras, considerando a transformação profissional que também será exigida por aqueles que contratam.

Quais as competências do profissional do futuro?

Não existe qualquer dúvida a respeito da importância do profissional do futuro conhecer a área em que atuará, pois os serviços repetitivos e que exigem esforço físico serão realizados por robôs e equipamentos.

O chão de fábrica, conforme já é observado atualmente em muitas indústrias mundiais, não possui mais a presença humana em suas dependências, exceção feita a supervisores que, através de equipamentos, observam de uma central o bom andamento dos trabalhos.

O mesmo acontecerá em locais onde a tecnologia poderá substituir a presença humana, no entanto, cada vez mais serão necessários especialistas e profissionais capacitados a criar, manter e acompanhar os processos que envolvem esses equipamentos.

A formação acadêmica é cada vez mais valorizada pelas empresas, quando se espera que os novos colaboradores estejam aptos a realizar as tarefas necessárias para que os resultados sejam obtidos.

Além disso, esses profissionais precisarão apresentar outras características que são essenciais para o desenvolvimento de uma bela carreira. São elas:

Análise crítica

A transformação profissional exige que a análise crítica da situação seja constante.

Isso não significa encontrar problemas e reclamar, mas avaliar se as tarefas estão sendo realizadas da melhor forma possível, contribuindo efetivamente para que os resultados sejam atingidos.

Possuir uma análise crítica e apresentar boas soluções para melhorar as tarefas é uma virtude que pode ser trabalhada, especialmente quando se conhece o que está fazendo e sabe-se quais são as melhores práticas do mercado para atender a determinadas demandas, uma prática normal oferecida pela Universidade.

Inteligência emocional

Outro aspecto fundamental que precisa fazer parte do profissional do futuro diz respeito a saber trabalhar a sua inteligência emocional.

De acordo com os psicólogos norte-americanos, Salovey e Mayer, criadores desse conceito, as pessoas precisam trabalhar as suas emoções e garantir o sucesso nos diversos momentos da vida, inclusive no trabalho.

Segundo os autores, essa capacidade possibilita diante das emoções:

  • a sua percepção,
  • o seu entendimento,
  • o controle,
  • o uso.

Além disso, o profissional que as empresas procuram no mercado precisa utilizar a inteligência emocional para lidar com outras pessoas, ou seja, identificar problemas e saber trabalhá-los.

Criatividade

A criatividade é vista como uma das maiores virtudes de um profissional, pois é através dela que surgem as invenções, criam-se patentes e novos produtos e serviços chegam ao mercado.

Apesar de parecer um dom pessoal, todos podem se aprimorar e incorporar as suas características essa virtude, no entanto, isso só será possível a partir da aquisição do conhecimento.

Mais uma vez, a Universidade é o melhor caminho para isso, pois é lá que descobertas ocorrem, em um ambiente onde se pode contar com professores experientes, colegas com os mesmos objetivos e uma estrutura que possa colaborar para isso.

Execução inovadora

Por fim, é preciso executar e transformar ideias e teorias em ações, para que os resultados sejam alcançados.

É preciso muito mais do que conhecer conceitos e saber explicar como é que se faz, a transformação profissional exige que você faça.

O desenvolvimento de uma boa faculdade é o melhor caminho a ser tomado para conhecer a tecnologia e métodos que estão sendo utilizados por todo o mundo, é através das pesquisas acadêmica e científicas que se chega a soluções que venham a inovar e melhorar a qualidade de vida das pessoas.

Como se manter por dentro desse tipo de transformação?

A transformação profissional ocorre na medida em que existe a conscientização das pessoas, precisando muito mais do que cumprir o expediente e manter as suas tarefas em dia.

Todas essas informações, somadas a experiência que vai sendo adquirida a partir da vivência profissional, transformam empresas e carreiras.

Então, existe a importância que a maioria dos empreendimentos dá a formação acadêmica dos candidatos às vagas anunciadas, pois sabem que é através dos estudos que homens e mulheres conquistam conhecimentos que podem fazer toda a diferença para o negócio.

Diante de todas essas informações, é hora de buscar pelo conhecimento e aprimorar-se para oferecer ao mercado diferenciais que o valorizem e possibilitem ótimas oportunidades de trabalho.

Para conhecer excelentes possibilidades de formação, acesse agora o site da Ulbra e faça a sua matrícula. São muitos cursos de altíssimo nível oferecidos por uma das mais importantes universidades do Brasil!

Publicado em 15 de dezembro de 2022, por Equipe Ulbra

Posts relacionados

Twittar
Compartilhar
Compartilhar
Pin